Novidades

Os participantes selecionados para a qualificação do Startup Pará nas modalidades de aceleração e novos negócios concluíram um mês de atividades, que seguirão pelos próximos meses, com encontros semanais. O Statup Pará é um programa do governo do Estado desenvolvido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceria com a Secretaria de Administração e Planejamento (Seplad), e a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), com o apoio técnico da Fundação Guamá.

Na fase de qualificação está programado um total de oito Sprints - período de tarefas realizadas em grupo - e quatro já foram finalizados com oficinas, diagnóstico, mentoria em grupo e individual, assessoria, workshops e checkpoint.

Durante os workshops, os participantes da modalidade de aceleração passaram pela fase de validação, onde foram identificados problemas e possíveis soluções paras as startups. Eles também tiveram a etapa de produto, em que foram transferidos os benefícios identificados e as regras de negócio definidas na fase anterior, para características e capacidade dos produtos de tecnologia a serem desenvolvidos ou integrados aos parceiros de mercado.

Já os proponentes de novos negócios fizeram as fases de validação de problemas e modelo de negócio, que avalia o padrão de negócio mais adequado para cada projeto.

Qualificação importante

No total, 79 propostas de Belém e outros 16 municípios do Estado foram selecionadas para fase de capacitação do programa. Keely Meireles participa na categoria de novos negócios com um projeto que oferece tecnologia ecológica para o tratamento de resíduos sanitários das embarcações da Amazônia. A iniciativa é resultado da pesquisa de doutorado e visa a oferecer um sistema de tratamento que resolva o problema da contaminação dos rios.